Você já parou para pensar que os quartos das crianças, mesmo enfeitados e com um design infantil, ainda é feito para a satisfação dos adultos? Camas altas, brinquedos fora do campo de visão, móveis com quinas que podem acarretar em acidentes e dentre outros mais. Na via contrária, o quarto montessoriano é utilizado exatamente para criar esse ambiente seguro, lúdico e confortável, que falta para as crianças.

Esse modelo de organização, aliás, vai muito além de apenas um quarto enfeitado para os pequenos. Esse design consiste em uma série de benefícios para o desenvolvimento delas, como veremos a seguir, confira!

O que é quarto montessoriano?

A principal premissa deste modelo de organização é elaboração de um quarto para crianças se envolverem e não para adultos.

Dessa forma, a cama precisa ser mais baixa, de modo que o bebê, ainda nos seus primeiros anos, possa tê-la à vista e a reconheça como o lugar de dormir. Além disso, os brinquedos e livros precisam estar no campo de visão da criança, de modo que ela possa pegá-los sempre que quiser.

Outros elementos presentes no quarto montessoriano são os espelhos e os tapetes. Ambos têm a finalidade de despertar o interesse e as experiências sensoriais nos bebês. No entanto, é preciso que sejam adaptados.

Os espelhos precisam fixos na parede e na mesma altura do seu filho. Para dar ainda mais segurança, eles podem ser colados a uma placa de MDF, para evitarem de soltarem e causar acidentes.

É recomendado que o tapete, que pode ser escolhido a partir de modelos diversos, o seja  anti-alérgico, pois é desenvolvido para evitar o surgimento de alergias e doenças respiratórias nas crianças.

O último elemento característico em um quarto montessoriano são os armários, tanto de roupas quanto de guardar outros objetos, como brinquedos e livros. Embora possam não ser atrativos para as mamães que querem evitar bagunça no quarto, ajudam a desenvolver nas crianças a ideia de organização do quarto logo cedo.

Como surgiu o quarto montessoriano?

Este design de interiores surgiu após pesquisas empíricas da médica e pedagoga Maria Montessori.

Os estudos do método Montessori apontaram que esse estilo de organização conseguiam dar mais autonomia para as crianças, ajudando-as a desenvolverem naturalmente as habilidades físicas, sociais e psicológicas.

Alguns pontos da pesquisa ressaltam que:

  • As crianças aprendem apenas com aquilo que é apresentado à elas e está ao seu redor;
  • É preciso escutar sempre o  filho, respondo-o quando ele fazer uma pergunta ou comentário;
  • É necessário ajudar a criança a assimilar as coisas que ela não conseguiu. A melhor forma para isso é enchendo o espaço que a rodeia com cuidado, discrição, silêncio oportuno e amor;
  • É fundamental elogiar o que a criança faz, para ela conquistar a autoconfiança;
  • Para encontrar o amor no mundo, a criança precisa estar ambientada em uma atmosfera amigável, sentindo-se necessária.

Assim, os quartos montessorianos são muito mais que uma simples tendência passageira, pois a metodologia prioriza a autoeducação.

Por que aplicar o quarto montessoriano?

Como vimos, o quarto montessoriano vai além de apenas um modelo de organização. Esse estilo busca não só criar um ambiente mais confortável para as crianças, mas também ajudá-las em seu desenvolvimento.

Isso porque o método prioriza a autoeducação do seu filho, oferecendo elementos que possam estimular o desenvolvimento e a autonomia em um ambiente seguro, estimulando-o a explorar o espaço em que aprenderá a reconhecer como seu.

Assim os benefícios de um quarto montessoriano são:

Autonomia

Com a cama e os principais brinquedos à disposição da criança, ela dependerá muito menos dos pais, não só para pegar o que ela deseja, mas para achar o que ela quer.

Isso estimula, desde cedo, a autonomia dos filhos seja para brincar, descansar e até caminhar.

Economia

Muitos pais pensam que um quarto montessoriano precisa ser aprimorado várias vezes, mas não é bem assim. Um design bem estruturado pode ser útil para as crianças por anos.

Segurança

Pais sempre têm aquele ditado que quando a criança está quieta demais, é porque está aprontando, não é mesmo?

Um quarto montessoriano, além de útil, também é seguro, pois cria um ambiente próprio para crianças, sem objetos perigosos. Assim, consegue dar mais tranquilidade aos pais que precisam desviar os olhos por alguns minutos.

Principais cuidados

Para manter esse status de “zona segura”, é muito importante que o quarto montessoriano respeite alguns aspectos, como:

  • Dê preferência aos móveis com menos quinas e mais arredondados. Nos mercados, existem os protetores de quinas, alguns contam com materiais úteis, como EVA para essa proteção;
  • Evite pregos e, caso precise pendurar algo, dê preferência para as fitas dupla face, com resistência mais forte;
  • Faça o uso de móveis mais estáveis e que sejam difíceis de tombar;
  • Use os protetores de tomadas para evitar surpresas.

Quarto montessoriano: até que idade é recomendado?

O quarto montessoriano é um estilo de organização que é indicado para todas as idades, indo desde os recém nascidos até os mais grandinhos, com seis anos de idade.

Enquanto para os menos é recomendado o uso de camas baixas com grades nas laterais, para manter a segurança deles durante o sono. Para os mais grandinhos a cama pode ser adaptada ao lúdico, dando preferência ao gosto da criança.

Muitos pedagogos defendem que não existe uma época certa para substituir o design montessoriano por outro. Assim, a renovação do quarto montessoriano pode acontecer por escolha dos pais ou depender da própria autonomia desenvolvida na criança, que pode pedir para que seja feita a mudança.

Cuidados e lazer com nossas crianças

Sabemos da importância da segurança para os nossos filhos, não é mesmo? Se está pensando em reformar o quarto para a chegada do mais novo membro da família, ou mesmo está de mudança para um novo lugar, não deixe de passar em um outro conteúdo nosso, que te explica o que não pode faltar no seu condomínio para ter uma área de lazer completa.