O consultório médico é a vitrine do serviço desses especialistas – e também um dos assuntos que mais causam dúvidas nos profissionais. Os que já contam com uma clínica própria, sempre se questionam quando é o momento de investir em uma mudança para um prédio maior ou mais bem equipado.

E aqueles que ainda atuam na clínica de outros profissionais, têm dúvidas sobre como definir o momento exato de partir em carreira solo e montar o seu próprio consultório médico.

Você compartilha dos dilemas acima? Então continue lendo este artigo e veja as dicas essenciais que separamos!


Quando mudar o consultório médico de endereço?

Assim como qualquer empresa, os consultórios médicos também estão em constante mudança. E é preciso que a sede do seu negócio acompanhe essa evolução – e a exigência dos seus pacientes, trazendo mais conforto e bem-estar a eles.

Não existe uma regra fixa sobre quando você deve mudar seu consultório médico de lugar, mas alguns indícios mostram que, talvez, seja melhor procurar outro espaço para atender com mais qualidade seus pacientes. Por exemplo:

  • quando a clínica tem crescido bastante, tanto com a contratação de mais especialistas como com um volume maior de pacientes sendo atendidos diariamente;
  • se vocês estão oferecendo novos tratamentos ou técnicas, ampliando os serviços disponíveis e, consequentemente, o público-alvo atendido;
  • caso a sua carreira esteja em fase de consolidação. Quanto maior for o peso do seu currículo, mais seus pacientes esperam por um consultório médico que esteja a altura do seu nome;
  • a vizinhança atual não condiz com o seu público-alvo, por exemplo em bairros que se modificaram ao longo dos anos, e agora você está distante dos seus pacientes;
  • o consultório médico atual é desconfortável para seus pacientes, não oferecendo itens básicos como estacionamento privativo, boa localização, espaço suficiente na sala de espera, salas adequadas ao atendimento etc.;
  • o consultório médico atual é desconfortável para sua atuação. Pode ser que, com o passar dos anos, você tenha adquirido novos equipamentos, feito cursos e se atualizado e o espaço atual não comporta mais as suas necessidades.

É comum que, no início da carreira, os médicos não deem tanta atenção à escolha do local do consultório – e acabem escolhendo por opções mais econômicas, ao invés das necessidades do seu público.

Por isso, conforme você se torna mais maduro profissionalmente e mais conhecido, pode sentir necessidade de modificar o lugar do seu consultório, escolhendo um mais de acordo com as suas necessidades e a as exigências dos seus pacientes.

Será que devo ter meu próprio consultório médico?

Outro momento crucial na vida profissional de muitos médicos é a hora de decidir sair da clínica de um especialista ou compartilhada e montar o seu próprio consultório médico.

Antes de tomar essa decisão, é importante se fazer alguns questionamentos, como:

  • qual o número de pacientes frequentes você possui e a renda média mensal que eles lhe dão. Avalie se com esse valor você conseguirá montar um consultório médico de acordo com as necessidades dos seus pacientes, oferecendo o conforto de que eles necessitam;
  • quais os custos mensais de um consultório médico e qual é o seu faturamento;
  • qual fase a sua carreira se encontra e como um consultório particular ajudará a destacar ainda mais a sua marca.

Muitas vezes, pode ser vantajoso dividir o consultório com outros profissionais da mesma área de atuação ou que estejam na mesma fase da carreira. De qualquer forma, ter um consultório próprio traz muitas vantagens como:

  • aumentar a visibilidade do seu nome;
  • criar a sua própria cartela de pacientes (e não apenas da clínica);
  • investir na própria carreira;
  • personalizar o consultório de acordo com suas necessidades e desejos.

O que avaliar antes de encontrar o novo lugar para o consultório médico?

Independentemente da fase em que a sua carreira se encontre, é importante avaliar alguns pontos antes de mudar a clínica médica de lugar. Veja os mais importantes.

Bairro

Avalie como é o entorno do consultório médico, já que ele impacta diretamente na imagem mental que seus pacientes formarão sobre a sua marca. Pense se esse bairro dialoga com seu público-alvo e está de acordo com a rotina dessas pessoas e os locais que elas frequentam.

Avalie, ainda: a facilidade de transporte (com vias de acesso sinalizadas, proximidade com estações de ônibus, metrô ou outros meios de transporte, ruas largas etc.), estacionamento privativo para pacientes, rede de serviços de saúde (hospitais, laboratórios, farmácias etc.), grau de conhecimento dos seus pacientes sobre o bairro (tornando mais fácil encontrar sua clínica), nível de segurança, entre outros.

Imóvel

O imóvel deve ser avaliado de forma bem criteriosa, lembrando que a Vigilância Sanitária possui alguns preceitos para consultórios médicos que precisam ser seguidos.

Verifique se a metragem é compatível com o seu fluxo médio de pacientes, se os ambientes são bem divididos e se há espaço suficiente para a instalação das salas, clínicas e locais para os equipamentos e exames – ou se você terá que investir em reformas (e se elas são fáceis de serem feitas).

Pense também se, caso a sua clínica cresça nos próximos anos, o imóvel continuará comportando bem seus novos pacientes, além de avaliar a infraestrutura, a acessibilidade e as necessidades dos seus pacientes (como facilidade para cadeirantes ou idosos, por exemplo).

Facilidades e conforto para os pacientes

Um bom consultório médico deve ser um ambiente agradável e confortável para os pacientes. Por isso, muitos profissionais estão investindo nos condomínios empresariais ou nos prédios multiuso, pensados exclusivamente para a área da saúde.

Em geral, esses espaços contam com vantagens interessantes para os pacientes como: segurança e portaria 24 horas, estacionamento privativo, ambientes aconchegantes, rede de serviços de saúde próxima, entre outros.

Avalie também o que você poderá oferecer para tornar o espaço mais confortável a essas pessoas, como internet Wi-Fi, móveis agradáveis, decoração adequada, televisão na sala de espera, café e água etc.

Como fazer a mudança do consultório médico?

Depois de ver as nossas dicas, percebeu que esse é o momento de mudar o seu consultório médico de lugar? Alguns passos são essenciais para que essa mudança seja bem sucedida, como:

  • encontrar o lugar certo para a clínica;
  • fazer as alterações necessárias no layout ou na decoração;
  • contratar novos funcionários caso seja necessário;
  • divulgar a mudança com antecedência nos meios de comunicação da clínica;
  • avisar os pacientes habituais, por e-mail, telefone ou outras formas de comunicação;
  • fazer um evento de lançamento, convidando os principais parceiros comerciais, a imprensa e os pacientes mais próximos;
  • investir em uma releitura da sua marca;
  • otimizar os processos internos com software médico;
  • estruturar o novo consultório médico para atender as necessidades dos seus pacientes.

Neste conteúdo, você aprendeu a definir o momento exato de realizar a mudança do seu consultório médico, buscando por locais mais bem equipados ou de acordo com a fase em que sua carreira se encontra e com as necessidades dos seus pacientes.

Gostou das dicas? Assine a nossa newsletter e receba os conteúdos e novidades do blog diretamente no seu e-mail!